Follow by Email

domingo, 6 de janeiro de 2013

Epifania do Senhor- Que o adorem todos os reis da terra Sl 72(71)

 
 
Hoje a Igreja celebra a solenidade da Epifania do Senhor ou a manifestação de Jesus. No Igreja do Oriente esta festa tem uma grande importância, pois esta festa teve sua origem no oriente.
 
 
O domingo da Epifania marca o término do tempo do Natal. A solenidade da Epifania do Senhor é a festa da universalidade da salvação oferecida como dom de Deus a toda a humanidade- a salvação veio para toda a humanidade e não apenas para um grupo, raça ou povo.
Com a festa da Epifania a Igreja celebra a manifestação de Jesus ao mundo. Epifania, palavra de origem grega, significa manifestação, aparecimento e era utilizada no mundo helenista para exprimir a chegada de um grande rei.  Jesus é o grande Rei, a luz que vem para iluminar o mundo que andava em trevas!
"As nações caminharão à tua luz, os reis ao brilho de teu explendor" (Is 60,3). A cada uma das nações da terra é dirigido um apelo : "Deixa-te iluminar". Todos, judeus e pagãos, são beneficiários da mesma promessa, herdeiros da salvação, por meio de Cristo Jesus. No Verbo encarnardo todas as fronteiras são rompidas e Deus visita a todas as pessoas indistintamente.
Os magos representam as "nações" vindos do Oriente para adorarem ao Senhor trazendo presentes fazendo assim sua profissão de fé naquele que por amor de Deus assumiu a humanidade. Os presentes- ouro, incenso e mirra- simbolizam a realeza, divindade e sacerdócio do menino nascido em Belém.
De todos nós que hoje se reúnem para celebrar a solenidade da Epifania do Senhor é exigido o engajamento próprio da fé. O presente a ser ofercido Àquele que assumiu a nossa humanidade é a nossa própria vida, ela mesma dom de Deus. É este engajamento que nos faz sentir a "grande alegria" anunciada aos pastores e que os magos puderam experimentar , alegria da salvação, alegria de Deus que nenhuma situação da existência humana pode tirar nem ninguém subtrair. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário