Follow by Email

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Jesus sobe ao céu e nos dá uma ordem



Símbolo do encontro: microfone



Acolhida (assentados)

Acolher as crianças que estão chegando neste dia na catequese e relembrar o compromisso da semana.

Oração inicial: Senhor Jesus, nossa luz e salvação, queremos neste encontro renovar o desejo de ser discípulos teus e partilhar tua missão. Faze-nos dóceis ao Espirito Santo e dá-nos a graça de sermos fiéis aos teus ensinamentos. Amém.

Motivação: Levar figuras que retratam fatos da vida de Cristo que foram meditados com os catequizandos nos encontros anteriores( nascimento, milagres, parábolas, morte, ressurreição de Cristo etc). Cada criança irá ficar com uma figura de um fato da vida de Cristo e terá dez segundos para falar o que sabem sobre este fato da vida de Cristo. Para isso eles terão que usar o microfone do anúncio.

(Providenciar um microfone que será usado para os catequizandos falarem sobre os fatos da vida de Jesus)


Mesa da Palavra (em pé em volta da mesa da Palavra)

Texto bíblico: Mateus 28,16-20

  • Sinal da Cruz
  • Acendimento da vela
  • Leitura do texto bíblico

( A leitura deve ser lida no mínimo duas vezes, uma por um catequizando a segunda pelo catequista. Se houver necessidade pode ser lida uma terceira vez)

Ao redor da mesa da Palavra

Texto: A reconstrução do texto será feita da seguinte forma: o catequista irá levar uma caixa com algumas  palavras. O catequista irá retirando estas palavras da caixa e para as palavras que tenham no texto as crianças irão bater palmas e para as que não tenham no texto as crianças irão bater o pé. Após isso o catequista irá perguntar aos catequizandos em que momento as palavras que elas bateram palmas aparecem no texto.

Sugestão de palavras: Galiléia- Jerusalém- monte- mar- céu e terra- inferno- discípulos- batizando- casando- ressurreição- Pai, Filho e Espírito Santo- fim do mundo

Contexto: Jesus viveu durante 33 anos nesta terra, proclamando a Boa-Nova e ensinando como deveríamos fazer para vivermos esta boa notícia. Mas agora é chegado o momento de voltar ao Pai. Jesus chama os discipulos em uma montanha e sobe aos céus... mas antes dá uma ordem "Ide por todo o mundo pregai o Evangelho e batizai em nome do Pai, do filho e do Espirito Santo".

Pretexto: Para sermos discípulos de Jesus é preciso seguir a Jesus e fazer o que Ele fez. Através de nosso batismo somos chamados a ser parte da Igreja de Cristo- a sermos cristãos. Somos chamados também por Jesus a sermos missionários e a anunciarmos Jesus para todos. Nesta missão quem nos ajuda é o próprio Jesus:quando Ele sobe aos céus Jesus fala que não nos abandonaria, ficaria cocosco até os fins ds tempos.

Compromisso da semana: A ordem de Jesus é que sejamos seus discipulos anunciadores da Boa-Nova. Nesta semana você vai falar de Jesus a todas as pessoas e em todos os lugares.


(Catequista irá entregar para os catequizandos a pulseira do anúncio que o lembrará da missão de anunciar a Jesus. O catequizando ficará com esta pulseira durante uma semana e no próximo encontro irá falar o que ele falou sobre Jesus às pessoas)

 Oração final

No momento da oração o catequista irá ler com as crianças a Renovação das Promessas de Batismo. Após ler a renovação das Promessas de Batismo o catequista irá fazer uma oração espontânea  que leve o catequizando a reafirmar o seu compromisso de seguir e anunciar a Jesus.

(Este encontro foi aplicado na turma de Eucaristia Encontro com Cristo-2ª etapa pelas catequistas Jacqueline e Luzia)

domingo, 27 de novembro de 2011

As crianças- a menina dos olhos de Deus

"Deixai vim a mim as crianças e não as impeçam, porque delas é o Reino de Deus"- disse Jesus em suas pregações.
As crianças e adolescentes é  a menina dos olhos de Deus pois elas são o futuro da nossa Igreja. Por este motivo  a Igreja deve ter especial atenção a este segmento .
 As crianças da catequese Santo Antônio ocupam um lugar especial no coração das catequistas e o nosso coração se enche de alegria em recebê-las na catequese e junto com elas poder meditar e aprender mais sobre a Palavra de Deus.

Turmas da catequese Santo Antônio- 1º turno


Iniciação I (Tia Fatinha e Cássia)







  Iniciação II ( Tia Nathália e Eliane)





  Iniciação III ( Tia Flávia)




  Eucaristia Encontro com Cristo- 1ª etapa ( Tia Cinthia)





 

Crianças o nosso amor também  é todo seus!



Fé- não seja nem frio, nem morno seja quente!

Conheço sua conduta: você não é frio nem quente. Quem dera que fosse frio ou quente! Porque é morno, nem frio nem quente, estou para vomitar. (Apocalipse 3, 15-16)


Neste mês de novembro refletimos com as crianças as atitudes do cristão  de verdade. Conversamos com as crianças o que é a fé e as atitudes que o  cristão que tem fé deve ter. Para isso usamos um dos sentidos que agradam muito as crianças: o paladar.
A cada sábado era apresentado um alimento e este alimento era associados as atitudes de  um católico de verdade. Apos a reflexão as crianças cantavam uma música que dizia sobre as atitudes de fé( esta música é da cantora Cristina Mel e foi adaptada para a nossa realidade). Então era servido o alimento às crianças para que estas pudessem sentir o gosto do alimento.
Veja as fotos e letra da música.

Gelatina

Você já comeu uma gelatina? Ela é mole e se a deixamos em um lugar quente ela logo derrete. Tem pessoas que tem uma fé igual gelatina. Bem mole, por qualquer motivo desiste de seguir a Jesus. E na hora da catequese se está chovendo ou se está brincando fica mole e não vem à catequese. E na missa de domingo então é pior, ela fica tão mole cheia de preguiça que nem participa da missa. E você é uma criança gelatina?



Poing, poing, poing, poing, poing,
Gelatina.
Poing, poing, poing, poing, poing,
Gelatina.
Cristão gelatina eu não quero ser,
Fica balançando não sabe no que crer.
Vive sem firmeza é mole demais.
Cristão gelatina
Eu não quero ser jamais!

Que gostosura, que felicidade!
Como é gostoso ser cristão de verdade!


  Pipoca

Quem aqui gosta de comer pipoca? É tão gostoso sentir o cheirinho quando a mamãe está arrebentanto a pipoquinha na panela! E a pipoca é mais gostosa quentinha  ou fria. Claro que é quentinha. Você sabe que tem pessoas que tem a fé igual uma pipoca. Pessoa que tem a fé pipoca é aquela pessoa que ama seguir Jesus e fazer o bem para os irmãos. Que não tem preguiça de participar da catequese e ficam doidas para chegar domingo para encontrar os amigos na santa missa. Não para quieta, fica pulando igual uma pipoquinha, sempre anunciando a Palavra de Deus. E você quer ser um cristão pipoquinha?



Pique, pique, poque, pique, poque,
Pipoquinha.
Pique, pique, poque, pique, poque,
Pipoquinha.
Cristão pipoquinha,
Esse eu quero ser:
Sempre animado, gosta de crescer!
Se o calor aumenta, explode pra valer!
E fica mais branquinho,
Pipoquinha eu quero ser!
Picolé

Como é um picolé? Um picolé é gelado. Tem pessoas que são cristãos picolé. Eles tem um coração gelado, tão gelado que nem deixam com que Jesus morem em seus corações. São pessoas que não deixam espaço para Jesus em suas vidas: não participam da missa, não rezam, não meditam a Palavra de Deus. São pessoas egoistas que não amam aos irmãos e deixam o pecado entrar em suas vidas. Que tristeza é a vida destas pessoas.... elas não conheçam a verdadeira felicidade que é
Jesus.


Nham, nham, nham, nham, nham,
Picolé.
Nham, nham, nham, nham, nham,
Picolé.
Cristão  picolé, esse não dá pé!
Está sempre gelado, sem amor
Perdeu a fé!

E você é um cristão gelatina, picolé ou pipoquinha?


Em respeito aos direitos autorais da música, uma vez que a adaptamos para a nossa realidade, o link abaixo tem a letra original da música:

http://letras.terra.com.br/cristina-mel/439509/

Nossa Senhora das Graças




Em uma tarde de sábado, no dia 27 de novembro de 1830, na capela das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, Santa Catarina Labouré teve uma visão de Nossa Senhora. A Virgem Santíssima estava de pé sobre um globo, segurando com as duas mãos um outro globo menor, sobre o qual aparecia uma cruzinha de ouro. Dos dedos das suas mãos  partiam raios luminosos em todas as direções e, num gesto de súplica, Nossa Senhora oferecia o globo ao Senhor.

Santa Catarina Labouré relatou assim sua visão: A Virgem Santíssima baixou para mim os olhos e me disse no íntimo de meu coração: ''Este globo que vês representa o mundo inteiro (...) e cada pessoa em particular. Eis o símbolo das graças que derramo sobre as pessoas que as pedem". Desapareceu, então, o globo que tinha nas mãos e, como se estas não pudessem já com o peso das graças, inclinaram-se para a terra em atitude amorosa. Formou-se em volta da Santíssima Virgem um quadro oval, no qual em letras de ouro se liam estas palavras que cercavam a mesma Senhora: Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Ouvi, então, uma voz que me dizia: ''Faça cunhar uma medalha por este modelo; todas as pessoas que a trouxerem receberão grandes graças, sobretudo se a trouxerem no pescoço; as graças serão abundantes, especialmente para aqueles que a usarem com confiança. "




Então o quadro se virou, e no verso apareceu a letra M, monograma de Maria, com uma cruz em cima, tendo um terço na base; por baixo da letra M estavam os corações de Jesus e sua Mãe Santíssima. O primeiro cercado por uma coroa de espinhos, e o segundo atravessado por uma espada. Contornando o quadro havia uma coroa de doze estrelas.

A mesma visão se repetiu várias vezes, sobre o sacrário do altar-mor; ali aparecia Nossa Senhora, sempre com as mãos cheias de graças, estendidas para a terra, e a invocação já referida a envolvê-la.

O Arcebispo de Paris, Dom Quelen, autorizou a cunhagem da medalha e instaurou um inquérito oficial sobre a origem e os efeitos da medalha, a que a piedade do povo deu o nome de Medalha Milagrosa, ou Medalha de Nossa Senhora das Graças. A conclusão do inquérito foi a seguinte: "A rápida propagação, o grande número de medalhas cunhadas e distribuídas, os admiráveis benefícios e graças singulares obtidos, parecem sinais do céu que confirmam a realidade das aparições, a verdade das narrativas da vidente e a difusão da Medalha".


Neste dia em que celebramos o dia de Nossa Senhora das Graças que possamos reconhecer em Maria a mãe amorosa que intercede por nós a Jesus, derramando em nós muitas graças.   Que a principal graça seja uma coração convertido cheio de amor por Deus e pelo  próximo. 

Oração a Nossa Senhora das Graças

Eu vos saúdo ó Maria, cheia de graça!
Das vossas mãos voltadas para o mundo
as graças chovem sobre nós.
Nossa Senhora das Graças,
vós sabeis quais as graças
que são mais necessárias para nós;
mas eu vos peço, de maneira especial,
que me concedais esta que vos peço
com todo o fervor da minha alma (pedir a graça).
Jesus é todo-poderoso e vós sois a Mãe dele;
por isto, Nossa Senhora das Graças,
confio e espero alcançar o que vos peço.
Amém

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Um novo perfil de catequista: catequista mistagogo

Ultimamente vem sendo bastante utilizada no estudo de catequese, da liturgia e da teologia a palavra "mistagogia". Mas afinal de contas o que é Mistagogia?
Mistagogia é uma palavra derivada do grego que quer dizer ação de guiar para dentro do mistério.Portanto, mistagogo é a pessoa que realiza a mistagogia, que conduz para dentro do mistério.


 
Uma catequese que se renova em seus métodos com o objetivo de levar os catequizandos a ter um contato vivo e pessoal com Jesus ressuscitado exige também uma renovação no perfil do catequista: hoje não basta ser pedagogo é necessário também ser mistagogo.Hoje o catequista tem a missão dupla de transmitir o ensinamento e conduzir o catequizando no  mistério da fé.
Neste processo de iniciar no mistério ,catequizando e catequista, interagem permanentemente, crescendo e aprendendo a fé em direção a Pessoa de Cristo, que se manifesta de muitos modos, impulsionando a caminhar com Ele na construção do Reino de Deus.
Jesus é o mistagogo por excelência, Ele é a referência para o catequista. Na pessoa de Jesus encontramos três características centrais que marcam a vida e a missão do catequista mistagogo:

A presença de Deus revelado entre nós na Pessoa de Jesus;
A pedagogia com qual conduz e acompanha o iniciante;
Experiência mística.


A mistagogia é um caminho que requer e pede um acompanhamento pessoal. Essa relação precisa ser construída com amor, paciência, respeito e comprometimento a fim de orientar as pessoas a Iniciação a fé. Não é simplesmente uma tarefa a ser cumprida e tão pouco uma apresentação teorica da doutrina mas sim uma experiência pessoal e comunitária de fé.

Ao contemplarmos Jesus de Nazaré, o Cristo da nossa fé, nos empenhemos em fazer uma Catequese que conduz ao mistério que é Deus, pois o mistério de Deus se revela na humanidade, se faz um conosco, entra na história e , a partir de dentro,  a conduz a seu sentido pleno.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Os discípulos de Emaús- mais sugestões

Sugestões de símbolos: para este encontro pode ser usado também como símbolo o caminho, coração, coração com chamas e no centro escrito a palavra Jesus, a Bíblia e o pão(Jesus revelava as Escrituras e partia o pão)



( Quando for escolhido o caminho como símbolo este deve terminar na mesa da Palavra como mostra na figura acima)



  Na turma da Iniciação III(8 anos) a catequista Flávia fez a seguinte dinâmica para as crianças:

Motivação: a catequista pediu para as crianças relatarem situações de sua vida que elas imaginam que Jesus estavam com elas. Será que é somente nos momentos felizes ou nos momentos de oração que Jesus está conosco. E nos momentos de tristeza ou nos momentos que desobedecemos a Deus através de atitudes de pecado será que Deus também está conosco?

Atividade:

Catequista levou alguns objetos em uma sacola:podem ser objetos como tênis, colher, um boné, um livro, um brinquedo, uma escova de dente… etc. Devem ser suficientes elementos para que cada criança pegue um. As crianças devem sentar em círculos e a sacola com os elementos vai passando e eles vão tirando um objeto.
Dizer: Vamos repetir as palavras da Bíblia que são parte da nossa a lição de hoje: Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos” Jesus disse essas palavras. É  maravilhoso pensar que Ele está conosco todos os dias em todos os momentos da nossa vida!
Cada catequizando irá tirar um objeto e dizer quando é usado.  Por exemplo: Esta é uma colher que uso nas refeições para comer. Então todas as crianças deverão dizer bem alto: Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”.

( O objetivo desta dinâmica é que as crianças vejam que em todos os momentos Jesus está com elas. Sejam nos momentos de oração, quando escovam o dente e até mesmo em um momento de sofrimento e tristeza. Jesus não nos abandona)

 Na turma de Eucaristia encontro com Cristo 2ª etapa ( Primeira Eucaristia) - no momento do estudo do texto (Ao redor da mesa da Palavra) foi feita uma pequena encenação do texto.O catequista ia lendo o texto e os catequizando iam encenando.









  Outra sugestão para a motivação :

Dizer: Vamos imaginar que estamos fazendo algumas atividades( pedir aos catequizandos que façam os gestos).Imaginemos que acabamos de acordar. Estiquemos os braços para espreguiçar. (fazer o movimento) Vamos vestir a roupa e o calçado. (simule fazer isso).Agora vamos escovar os dentes, lavar o rosto . Vamos nos pentear e vamos para a cozinha sentar e tomar o café da manhã. Tomamos o copo com leite e ahhh o leite está muito quente!!! Então bebemos devagarzinho para não queimar a língua. Jesus está conosco quando tomamos café?Quando acordamos? Sim, Jesus esta com a gente!!!!!
Agora pegamos a mochila para ir à escola e vamos ao ponto do ônibus. Fazemos sinal para ele parar. O ônibus pára, subimos, pagamos a passagem e sentamos no banco. Mas como balança o ônibus. A rua está cheia de buracos. (simular os buracos) O ônibus pára e descemos com muito cuidado para não cair. (simule todos os movimentos) Jesus está conosco quando viajamos de ônibus? Sim, Jesus esta com a gente!!!!!
Voltamos da escola e de tarde vamos para a praça brincar. Caminhamos um pouco e chegamos. Subimos na gangorra. Então agora subimos…. e depois descemos… subimos…. e descemos. Agora subimos no balanço, e balançamos para frente e para atrás…. para frente e para atrás. Jesus está conosco na praça? Sim, ele está conosco!!!
Hoje é um dia muito quente! Faz muito calor! (faça os gestos) Vamos entrar na piscina. Vejamos se a água está fria. Coloquemos primeiro um pé. Ahhh, está muito fria! Entramos devagarzinho. Até chegar com a água na cintura. Brincamos jogando água um no outro. Jesus está conosco na piscina? Sim, Ele está conosco!!
A noite esta chegando! Mamãe mandou a gente para dormir. Deitamos e nos cobrimos com o lençol. Oramos e depois dormimos. Jesus está conosco quando dormimos à noite? Sim, com certeza!
(O catequista devefazer  situações conforme a realidade da sua turminha, lembrando sempre de repetir a idéia de que Jesus esta com eles em todas as situações)

Dizer: Hoje vamos escutar a história de dois homens que eram amigos de Jesus. Nesse dia eles estavam muito tristes. Eles achavam que não veriam Jesus nunca mais porque Ele tinha morrido. Vejamos o que aconteceu com eles. 

 ( A cada encontro realizado no núcleo Santo Antônio iremos postar um encontro completo de uma turma de catequese e mais sugestões que foram aplicadas nas outras turmas em diversos momentos do encontro)


 Sugestões de atividades sobre os discípulos de Emaús