Follow by Email

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Catequese Familiar- experiência Catequese Santo Antônio



“À medida que a família cristã acolhe o Evangelho e amadurece na fé torna-se comunidade evangelizadora.” (João Paulo II)
 
 

Sem dúvida nenhuma a Catequese Familiar é um grande desafio e uma urgente necessidade na Igreja e principalmente na catequese. A família continua sendo muito importante para os planos de Deus. Ela é uma instituição divina, sonhada por Deus e fruto de sua vontade. Ela é dom de Deus e merece o nosso empenho e nosso amor. Se a catequese não zela pela família como vai cuidar pastoralmente dos seus catequizandos? E se as famílias não se interessam pela catequese que futuro poderá dar a seus filhos no caminho da justiça e da fé?
Catequese familiar é o processo de formação da fé cristão dos pais, enquanto os catequizandos continuam sua caminhada própria. Isso não impede que haja momento de encontro entre os dois grupos, especialmente para celebrar a fé e a vida.
O Documento de Aparecida recomenda:

A “Catequese familiar” implementada de diversas maneiras, tem-se revelado como ajuda proveitosa a unidade das famílias, oferecendo, além disso, possibilidades eficientes de formar os pais de família, os jovens e as crianças, para que sejam testemunhas firmes da fé em suas respectivas comunidades. (DA,303)

Conscientes de que a catequese instrui os catequizandos na fé e prepara para a vida na comunidade, mas isto não tira o mérito e a responsabilidade dos pais para educarem seus filhos, e atentos a que a Igreja nos pede no que tange a uma catequese voltada para as famílias começamos em 2012 um projeto da Catequese Familiar. Neste primeiro ano o nosso objetivo era conscientizar os pais de seu papel como  educadores da fé , uma vez que os pais são os primeiros catequistas. Para isso antes mesmo de se trabalhar temas ligados a doutrina, liturgia e Bíblia era necessário  apresentar os pais como é a catequese de seus filhos e conscientizá-los do seu papel dentro da catequese, da Igreja e na família.  Queremos com esta proposta conscientizar as famílias do verdadeiro papel da catequese na comunidade cristã, a descoberta de valores da nossa Igreja como a Bíblia, de modo especial, o Evangelho; os sacramentos em especial o sacramento da Eucaristia; aspectos litúrgicos e doutrinários; maior envolvimento das famílias na catequese e na Igreja e o papel dos pais na educação dos filhos.

Gif de famíliaComo foi  realizada a catequese familiar
Para que os pais tenham consciência de sua missão é necessário que a catequese dê atenção aos encontros com as famílias, oferecendo oportunidades de integração da família com a catequese. Assim como os encontros com os catequizandos os encontros com os pais precisam ser bem planejados a fim de despertar a motivação dos pais e apontar caminhos novos para a educação da fé na família.
Neste ano os temas centrais do encontro foram: Catequese/ Igreja/ Família. Durante o ano foram realizados 10 encontros: no primeiro encontro foi apresentado a proposta da catequese familiar e conscientização sobre a necessidade da participação das famílias; 06 encontros foram entre catequistas e família onde foram tratados assuntos referente à Catequese/Igreja/ Família, estes encontros foram realizados após a catequese no último sábado do mês; 02 encontros foram entre catequistas, família e catequizandos com o objetivo de levar os pais a conhecerem a realidade da catequese mais de perto, estes encontros foram realizados no momento da catequese (o primeiro em um momento das celebrações e o segundo os pais participaram de um encontro de catequese com os filhos); 01 encontro foi proposto aos familiares com seus filhos. O grupo de catequista elabora roteiro próprio e os catequizandos levam para a casa e neste roteiro são propostos  algumas questões para partilhar no grupo de catequese. A família escolhe o momento para realizar esta catequese familiar que pode contar ou não com a presença do catequista.

Gif de famíliaTemas propostos para a Catequese familiar

Postaremos como foi organizados os temas deste ano da catequese Familiar em nosso núcleo. Como foi citado anteriormente os temas tiveram como pilares catequese/Igreja/ família. 
 
        Encontros entre catequistas e pais

1-    O que é a Catequese Familiar

2-   Catequese: O ministério da catequese

3-   Catequese: Catequese Mistágogica- uma nova proposta de catequese

4-   Igreja: Comunidade- um lugar da vivência da fé

5-   Igreja: Igreja- lugar de encontro com Cristo

6-  Família: A importância da família na catequese- pais os primeiros catequistas

7-   Família: Relacionamento: pais e filhos

    Encontros entre catequistas, catequizandos e pais
 
     Foram realizados dois encontros. O primeiro em maio na celebração mensal que ocorre sempre no último sábado de cada mês.  E o outro encontro foi no mês de novembro, onde os pais puderam participar de um encontro de catequese com os filhos- este momento foi muito bacana, pois pudemos ver no rostinho de muitos catequizandos a satisfação de ter os pais dividindo aquele momento com eles.
 
    Temos aqui algumas sugestões de temas que podem ser trabalhados entre catequistas , catequizandos :
 
Iniciação I, II e III (catequizandos de 03 a 08 anos)
1-Deus nos ama!

2- Jesus Cristo: meu amigo fiel (proposta de encontro em casa entre catequizando e família)

3-A palavra de Deus: alimento para a nossa fé
 
Eucaristia encontro com Cristo 1ª etapa ( 09 anos)
1-Jesus é a luz

2- Somos seguidores de Jesus (proposta de encontro em casa entre catequizando e família)

3- Jesus é a nova aliança
 
Eucaristia com Cristo 2ª etapa (10 anos)

1-Quem é Jesus para nós

2- Quem é feliz? (proposta de encontro em casa entre catequizando e família)

3- Venham todos até Jesus
 
Perseverança na fé ( 11 a 14 anos)

1-Estende tua mão

2- Jesus chama a todos- quem quer segui-lo  (proposta de encontro em casa entre catequizando e família)

3- Sal da terra luz do mundo
 
Maturidade Cristã ( 14 anos)

1-Ocupar com as coisas de Deus

2- A missão de Jesus é a nossa missão (proposta de encontro em casa entre catequizando e família)

3- Quem crê vive a missão

Nesta etapa foram proposto mais dois encontros: um encontro com padrinhos e madrinhas de crisma e outro encontro com representantes das pastorais e serviços.
 
Gif de famíliaSem dúvida nenhuma este trabalho com as famílias é um trabalho que requer dedicação e energia, uma vez que uma grande parte de familiares ainda não se conscientizaram da importância de sua contribuição na catequese e que não tem como a catequese dá frutos se a família não caminhar junto com a catequese. Mas foi uma experiência muito boa, tivemos nas reuniões um bom número de pais (para o primeiro ano) e no próximo ano queremos contar com a participação dos pais em um projeto dentro da Catequese Familiar chamado "Escola da Fé"- projeto este que futuramente postaremos no blog. Queremos agradecer a cada pai que participou conosco da Catequese Familiar em 2012. O nosso muito obrigado!



 
 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

domingo, 30 de dezembro de 2012

Solenidade da Sagrada Família de Nazaré

Gif de flor A Liturgia reserva um dos últimos domingos do ano para celebrar a Sagrada Família. Era formada pelas pessoas mais santas que passaram por este mundo: Jesus, homem e Deus; Maria, sua Mãe imaculada; São José, castíssimo esposo de Maria e guarda fiel do Menino Deus.


 
 
 
A Sagrada Família é nosso modelo, nossa lição de vida familiar: respeito mútuo, diálogo, compreensão e união, oração: nessa Família se está reunido no amor de Deus, e aí Ele reina.José e Maria, sempre juntos ao lado do Menino Jesus. José deve ir a Belém para o recenseamento e leva consigo sua mulher grávida. Não a deixa em Nazaré, mas a leva consigo. Estão unidos sempre. E quando os pastores chegam à gruta de Belém para ver o Menino, Maria e José estão juntos ao lado da manjedoura.
E na hora das dificuldades, continuam unidos e unidos fogem para o Egito, da perseguição de Herodes e Otávio Augusto. Quando o Menino faz doze anos, vão juntos a Jerusalém e procuram juntos pelo Menino, quando Ele se perde.
Como todas as famílias, a família de Nazaré teve alegrias e dificuldades, mas, ao contrário das nossas famílias, em nenhum momento questionou a união que o próprio Deus estabeleceu entre eles.A Sagrada Família também conheceu o mal com a perseguição, o Menino Jesus foi desde criança o Messias ameaçado, mas é dele que recebemos, desde o início, a graça e a verdade, culminando após com a Paixão e morte de Jesus na Cruz. Nunca faltou o sentido de orientação, a plena confiança na Providência divina, a consciência de que, no meio e por meio de todos os horrores e vilanias, o Deus Uno e Trino é o salvador da humanidade.


João Paulo II, na Carta dirigida à família, por ocasião do Ano Internacional da Família, 1994, escreve:
A Sagrada Família é a primeira de tantas outras famílias santas. O Concílio recordou que a santidade é a vocação universal dos batizados (LG 40). Como no passado, também na nossa época não faltam testemunhas do "evangelho da família", mesmo que não sejam conhecidas nem proclamadas santas pela Igreja...
A Sagrada Família, imagem modelo de toda a família humana, ajude cada um a caminhar no espírito de Nazaré; ajude cada núcleo familiar a aprofundar a própria missão civil e eclesial, mediante a escuta da Palavra de Deus, a oração e a partilha fraterna da vida! Maria, Mãe do amor formoso, e José, Guarda e Redentor, nos acompanhem a todos com a sua incessante proteção.
Hoje, quando nossas famílias padecem de tantos sofrimentos, coloquemos nosso olhar Naquela que foi a Família por Excelência e Dela aprendamos a viver no amor pleno, apesar de toda dificuldade, do desamor dos outros, da discriminação e do caminho para a morte cruel, tal como foi o caminho de Jesus.

Atividades sobre o Natal- sugestões

Gif de natal

 
 
 
Postaremos algumas sugestões de atividades sobre o tema- natal. Estas sugestões de atividades foram retirados de vários blogs da internet.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Tempo do Natal

 
 O Tempo do Natal inicia-se com a noite de 24 de dezembro e vai até a festa do Batismo do Senhor (janeiro). Durante esse período, comemora-se a manifestação do Senhor em nossa carne. Celebramos a “troca de dons entre o céu e a terra”, pedindo que possamos “participar da divindade daquele que uniu ao Pai a nossa humanidade”. Não celebramos apenas um acontecimento do passado, o nascimento de Jesus em Belém; celebramos o hoje da nossa salvação que se inicia com a manifestação de Deus na humanidade de nossa carne.
Diversas festas marcam este tempo litúrgico. A alegria da Solenidade do Natal do Senhor se desdobra e se prolonga por oito dias sucessivos, os quais chamamos “Oitava do Natal”. Nesses oito dias existem algumas festas muito significativas. No dia 26 de dezembro, celebramos o primeiro mártir de Cristo, Santo Estevão. No dia 27 de dezembro, celebramos São João, apóstolo e evangelista. No dia 28 de dezembro, celebramos os Santos Inocentes Mártires. A festa da Sagrada Família, celebramos dentro do Domingo da Oitava de Natal ou, se não houver nenhum domingo dentro da oitava, celebramos no dia 30 de dezembro. No dia 1º de janeiro, celebramos a Solenidade da Santa Mãe de Deus.
Durante o tempo do Natal usa-se a cor branca ou também se admite o dourado, cores que significam a divindade, que se manifesta brilhante no Menino Jesus.
A espiritualidade desde tempo é a alegria, por isso após ficar sem cantar o glória durante o tempo do Advento, canta-se o Glória com muita alegria e vibração.
Outras festas celebradas neste tempo são A Solenidade da Epifania do Senhor (“epifania” quer dizer “revelação”), mais conhecida como Festa de Reis, é celebrada no dia 6 de janeiro. No Brasil é transferida para o domingo entre 2 e 8 de janeiro. Nela celebramos a manifestação do Senhor a todas as nações, que são representadas pelos magos que vão ao encontro do Salvador.A festa do Batismo do Senhor é celebrada no domingo depois do dia 6 de janeiro, e revela a filiação divina de Jesus mediante a voz descida do céu. Nesse momento acontece a verdadeira unção e investidura de Jesus como Messias .
Durante o tempo do Natal os textos litúrgicos nos levam não a contemplar o aniversário de Jesus, mas sim a celebrar o mistério de sua manifestação ao mundo para salvar a humanidade na humildade de nossa carne. No nascimento do Redentor, saudamos e celebramos a nossa redenção, que se cumprirá em sua Páscoa.
 
Os símbolos do Natal
 
 
Presépio- O presépio representa a cena do nascimento de Jesus.O presépio é uma das representações mais singelas do nascimento de Jesus Cristo. Procura resgatar a importância e magnitude daquele momento ao mesmo que nos lembra a forma simples e humilde em que se deu o nascimento. Quem tomou a iniciativa de montar o primeiro presepio foi são Francisco de Assis, em 1223, preparado em uma gruta , em um bosque italiano.
 
 
Estrela- A estrela serviu de guia para os três reis magos irem ao encontro de Jesus na gruta de Belém. A estrela também simboliza Jesus Cristo que é a luz do mundo: "Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas mas encontrará a luz. " ( João 8,12)
 
 
 
Árvore de natal- Durante o inverno, os povos europeus costumavam enfeitar suas casas com folhagens verdes e árvores para alimentar a esperança da primavera que se aproximava. Na fé cristã a árvore de natal é sinal da vida que Jesus trouxe com seu nascimento e as bolas penduradas significam os bons frutos oferecidos por Jesus á humanidade.
 
Celebrar a eucaristia neste período de Natal, significa entrar em um novo estilo de vida: a vida dos filhos de Deus e participar sacramentalmente do"admirável comércio" que se realizou na pessoa de Cristo entre a natureza divina e a humana. A assembléia eucarística é sinal da unidade de todos os homens na única fé em Cristo Jesus e na vida nova que dele recebem. Que possamos viver este tempo liturgico abrindo nosso coração para o menino Deus que renasce a cada dia em nosso coração trazendo para nós a paz e esperança do Reino que começa aqui e culmina no céu com a sua vinda gloriosa.
 

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Mensagem de Natal

Qualquer família só é completa quando recebe Cristo Jesus em seu seio. Um Feliz e Santo Natal a todos os homens de boa vontade.

Jesus, Maria e José - Minha família vossa é!

Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome
Por ter saúde,quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.
 
desconhecido

Que a exemplo da música de nosso querido Pe. Zezinho, que o natal não possa ser somente um dia , mas que possa se realizar todos os dias. Que o menino-Deus possa nascer todos os dias em nossos corações trazendo consigo mais paz, alegria, perdão e amor. E que transbordados destes sentimentos possamos espalha-los por onde passarmos transformando as realidades e fazendo o Reino de Deus acontecer desde já. Feliz Natal a todos aqueles que visitam o blog da Catequese Santo Antônio, os seguidores e a todos que fazem parte da Catequese.  

Ofício do Advento- celebração


Mantra: Oh luz do Senhor que vem sobre a terra, inunda meu ser permanece em nós!
Abertura:

Venham, ó crianças ao Senhor cantar!/ Venham com alegria a Deus festejar!

Neste tempo do Advento estamos a espera do Deus-menino que nasceu em Belém/ e trouxe para a humanidade a Salavação!

Marana-tha " vem Senhor Jesus", este é o clamor de teus filhos/ que espera o Deus que vem!

O verbo se fez carne e habitou entre nós./ Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo./ Glória a Trindade Santa, glória ao Deus bendito!
 
Recordação da vidaRecordar como hoje as pessoas se preparam para o natal. Como vivem este tempo da espera. Como se preparam para a vinda de Jesus. 
Salmo:

Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!
Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!
 
Pastor de Israel, prestai ouvidos. Vós que sobre os querubins vos assentais. Despertai vosso poder, ó nosso Deus, e vinde logo nos trazer a salvação!
 
Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a e ao rebento que firmastes!
 
Pousai a mão sobre o vosso Protegido, o filho do homem que escolhestes para vós! E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!
Proclamação da Palavra:
 
Canto: Aleluia, aleluia, aleluia/ Aleluia, aleluia, aleluia (bis)
Quero ouvir o que o Senhor irá falar/ Tua Palavra vai minha vida transformar/ luz para o meu caminho, verdade e vida.Aleluia, aleluia, aleluia/ Aleluia, aleluia, aleluia (bis)
Texto bíblico: Lucas 3,10-18
Reflexão: Destacar as atitudes que devemos ter para a espera de Jesus que nasce em Belém, mas também da espera de Jesus que um dia vai voltar.
Catequese litúrgica:
Advento significa chegada, antes do Natal preparamos para a chegada de Jesus Cristo. São quatro semanas no qual usamos a cor roxa e no terceiro domingo o róseo, não cantamos o glória e ficamos na espera, vigilantes na expectativa de celebrar o Natal do Senhor. Também é um tempo em que refletimos sobre a segunda vinda de Cristo, a expectativa de quando Ele virá para instaurar em plenitude o seu Reino. Neste tempo destaca-se a pessoa de Maria, o profeta Isaias e João Batista. O maior símbolo do tempo do Advento é a coroa do Advento. Ela indica que a cada domingo está mais próximo o Natal, por isso os caminhos vão se iluminando.
Preces de louvor:

Leitor 1: “O Senhor vai chegar e não vai demorar: Que o nosso coração seja bom, para que os pobres possamos ajudar”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.

Leitor 2: “Alegrem-se todos adultos e crianças, é Jesus que vem, nos trazer amor e esperança”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.

Leitor 3: “A promessa de Deus se cumpre: De uma linda virgem nascerá o nosso Senhor, é Deus Conosco, Jesus meu Salvador”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.
Leitor 4: “Ó Deus, dá-me um coração puro, para nele nascer o Salvador”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.

Leitor 5: “Deus convidou Maria para ser a mãe de Jesus, e ela aceitou! ‘Faça-se em mim a vontade de Deus’, foi o que ela falou”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.


Leitor 6: “Quando Isabel ouviu a voz de Maria, o bebê pulou em seu ventre e ela ficou cheia do Espírito Santo
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.


Leitor 7: “Ó Jesus, Rei e Senhor das Nações, vinde salvar a todos nós, e morar em nossos corações
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.


Leitor 8: “Está chegando o dia do aniversário de Jesus! Louvemos com alegria, Ele é vida, Ele é luz!”
Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.
Leitor 9: “Na noite de Natal cantaremos com louvor: Nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, nosso Senhor”

Todos: Que os nossos corações estejam preparados para receber Jesus.
Todos: 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria

Vamos cantar:
Noite feliz, noite feliz
Ó senhor, Deus de amor
Pobrezinho nasceu em belém
Eis na lapa Jesus, nosso bem
Dorme em paz, ó Jesus
Dorme em paz, ó Jesus
Noite feliz, noite feliz
Ó Jesus, Deus da luz
Quão afável é teu coração
Que quiseste nascer nosso irmão
E a nós todos salvar
E a nós todos salvar

Noite feliz, noite feliz
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores, seus anjos no céu
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus salvador
De Jesus salvador

Gif de vela Gif de vela Gif de vela Gif de vela   Realizamos este Ofício na nossa última celebração do ano para celebrar o tempo do Advento e preparar os catequizandos para o natal. Esta celebração também marcou o encerramento do ano catequético.


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Gif de vela Gif de vela Gif de vela Gif de vela   Após o Ofício do Advento realizamos uma confraternização com os catequizandos.