Follow by Email

domingo, 19 de maio de 2013

Os dons do Espírito Santo e seus significados

 
 
Espírito Santo é o nome próprio da terceira Pessoa de Deus. À Ele, como também ao Pai e o Filho, prestamos culto de adoração e o servimos por toda a vida.Conhecemos o Espírito Santo através de sua ação no mundo, na igreja e na vida dos cristãos que ao ouvir-lhes o sussurro, age por sua ação suave e ao mesmo tempo forte, precisa e eficaz. O termo “Espírito” traduz o termo hebraico “Ruah” que está associado a sopro, vento. Em grego o termo é “Pneuma” cujo sentido também está associado a “espírito” e por isso mesmo, ao vento, o ar em movimento.
Os dons são presentes, dádivas e os dons do Espírito Santo são graças de Deus e, só com nosso esforço, não podemos fazer com que cresçam e se desenvolvam. Necessitam de uma ação direta do Espírito Santo para podermos atuar dentro da virtude e perfeição cristã.
Trata-se dos dons recebidos no batismo e confirmados no Crisma, os quais o fim principal é o fortalecimento de cada pessoa, bem como a sua santificação. Estes tornam os fiéis dóceis para obedecer prontamente às inspirações divinas. Observa-se em Is 11,2 que os dons pertencem a Cristo, em plenitude, mas através da condição de filhos de Deus e co-herdeiros de Cristo (cf. Rm 8,14-17), nós também os recebemos. Ao todo são sete Dons( sete aqui representa a perfeição): Sabedoria, Inteligência, Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade e Temor de Deus.
 
O dom da Ciência ocupa o primeiro lugar, pela sua importância na vida espiritual. O dom da Ciência faz com que se substitua a mentalidade mundana, isto é, meramente humana, pela maneira de ver de Deus. A alma passa então a julgar todas as coisas à luz da fé, e compreende com toda a nitidez o fim sobrenatural do homem e a necessidade de subordinar-lhe todas as realidades terrenas.
O dom do Conselho tem por finalidade aperfeiçoar a virtude da prudência, fazendo com que a alma possa discernir de imediato o que deve fazer ou deixar de fazer, tanto no que diz respeito à sua própria conduta como à do próximo.Trata-se como que de um conjunto de raciocínios iluminados pela graça de Deus que nos mostra de maneira nítida e precisa o que convém fazer ou evitar de fazer em determinadas circunstâncias.
O dom do Entendimento é uma disposição sobrenatural da alma que lhe permite captar e compreender de maneira extremamente clara e como que por intuição determinados mistérios de nossa fé ou até mesmo passagens das Sagradas Escrituras. Sob o influxo desse dom a alma penetra de maneira extremamente clara nos mistérios revelados, capta o alcance das verdades mais profundas da fé, deixa-se conduzir por caminhos de uma oração sempre mais vivenciada.
O dom da Sabedoria pode ser definido como uma disposição sobrenatural da inteligência que leva a dar valor àquilo que diz respeito às coisas de Deus e à glória de seu nome. " A sabedoria vale mais que as pérolas e jóia alguma a pode igualar " (Prov 8, 11). O dom da sabedoria não se aprende nos livros, mas é comunicado à alma pelo próprio Deus, que ilumina e enche de amor a mente, o coração, a inteligência e a vontade.
O dom da Piedade consiste numa disposição sobrenatural da alma que a inclina, sob a ação do Espírito Santo, a comportar-se nas suas relações com Deus como uma criança muito carinhosa se comporta com seu pai, por quem se sabe imensamente amada e querida.
O dom da Fortaleza é a capacidade que o Espírito Santo nos dá de viver e suportar as provações e de uni-las às provações de Cristo. A alma totalmente entregue ao Espírito Santo encontra, no dom da Fortaleza, uma disposição sobrenatural que a torna capaz de empreender as ações mais difíceis e de suportar as provas mais duras por amor a Deus e pela glória de seu nome.
O dom do Temor de Deus é uma disposição sobrenatural da alma que a faz experimentar um imenso respeito por Deus e uma complacência sem limites na sua bondade de Pai. Não se trata de temor servil, nem de temor de desagradar, mas de temor reverencial: Deus é tão grande, tão todo-poderoso, que queremos servi-lo e amá-lo de todo coração porque Ele é nosso Tudo.
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário