Follow by Email

domingo, 30 de dezembro de 2012

Solenidade da Sagrada Família de Nazaré

Gif de flor A Liturgia reserva um dos últimos domingos do ano para celebrar a Sagrada Família. Era formada pelas pessoas mais santas que passaram por este mundo: Jesus, homem e Deus; Maria, sua Mãe imaculada; São José, castíssimo esposo de Maria e guarda fiel do Menino Deus.


 
 
 
A Sagrada Família é nosso modelo, nossa lição de vida familiar: respeito mútuo, diálogo, compreensão e união, oração: nessa Família se está reunido no amor de Deus, e aí Ele reina.José e Maria, sempre juntos ao lado do Menino Jesus. José deve ir a Belém para o recenseamento e leva consigo sua mulher grávida. Não a deixa em Nazaré, mas a leva consigo. Estão unidos sempre. E quando os pastores chegam à gruta de Belém para ver o Menino, Maria e José estão juntos ao lado da manjedoura.
E na hora das dificuldades, continuam unidos e unidos fogem para o Egito, da perseguição de Herodes e Otávio Augusto. Quando o Menino faz doze anos, vão juntos a Jerusalém e procuram juntos pelo Menino, quando Ele se perde.
Como todas as famílias, a família de Nazaré teve alegrias e dificuldades, mas, ao contrário das nossas famílias, em nenhum momento questionou a união que o próprio Deus estabeleceu entre eles.A Sagrada Família também conheceu o mal com a perseguição, o Menino Jesus foi desde criança o Messias ameaçado, mas é dele que recebemos, desde o início, a graça e a verdade, culminando após com a Paixão e morte de Jesus na Cruz. Nunca faltou o sentido de orientação, a plena confiança na Providência divina, a consciência de que, no meio e por meio de todos os horrores e vilanias, o Deus Uno e Trino é o salvador da humanidade.


João Paulo II, na Carta dirigida à família, por ocasião do Ano Internacional da Família, 1994, escreve:
A Sagrada Família é a primeira de tantas outras famílias santas. O Concílio recordou que a santidade é a vocação universal dos batizados (LG 40). Como no passado, também na nossa época não faltam testemunhas do "evangelho da família", mesmo que não sejam conhecidas nem proclamadas santas pela Igreja...
A Sagrada Família, imagem modelo de toda a família humana, ajude cada um a caminhar no espírito de Nazaré; ajude cada núcleo familiar a aprofundar a própria missão civil e eclesial, mediante a escuta da Palavra de Deus, a oração e a partilha fraterna da vida! Maria, Mãe do amor formoso, e José, Guarda e Redentor, nos acompanhem a todos com a sua incessante proteção.
Hoje, quando nossas famílias padecem de tantos sofrimentos, coloquemos nosso olhar Naquela que foi a Família por Excelência e Dela aprendamos a viver no amor pleno, apesar de toda dificuldade, do desamor dos outros, da discriminação e do caminho para a morte cruel, tal como foi o caminho de Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário