Follow by Email

domingo, 4 de dezembro de 2011

A armadura do Espírito Santo - dinâmica

Objetivo: Levar a criança a reconhecer a ação do Espírito Santo em sua vida e a necessidade de tê-lo sempre presente como defensor e amigo.
Reconhecer as atitudes que devemos ter quando acolhemos o Espírito Santo em nossa vida.
Preparação: Confeccionar a armadura do Espírito Santo
Vamos precisar de: chapéu, espada, sandálias, escudo e a couraça.
Desenvolvimento:
Jesus em João 15,26 nos promete que enviaria o Espírito Santo e não nos deixaria sozinho, mas que Ele seria o nosso advogado (nos defenderia do mau), que nos ajudaria a sempre falar e principalmente agir como Jesus agiu. Ele é o nosso grande amigo.
O mau a todo o momento quer nos pegar: seja na desobediência a Deus e a nossos pais, quando ficamos com preguiça de participar da Santa Missa ou de ler a Palavra de Deus, quando usamos a Internet de forma errada jogando jogos de violência ou vendo sites proibidos... isso tudo é o mau- o pecado- querendo  nos pegar.
O pecado não nos pertence, está em nós e devemos em Jesus vencê-lo a cada dia: pois em Jesus somos mais que vencedores.
Para vencer o mau nos temos a armadura do Espírito Santo: você quer conhecer como esta armadura funciona?  (convidar uma criança e à medida que você for apresentando a armadura vai vestindo na criança)


Couraça: (amor a Deus e ao próximo) A couraça é a parte da armadura que serve para proteger o peito.  O Espírito Santo é que faz o nosso coração bater mais forte por Jesus ( neste momento pedir as crianças para baterem no peito fazendo as batidas do coração). Quando vestimos a couraça do Espírito Santo não deixamos o mau morar em nosso coração, mas somente Jesus . A couraça do Espírito Santo também nos ajuda a amar o nosso próximo seja em casa, na escola, na catequese em todos os lugares que estivermos. (pedir as crianças para falarem situações que demonstrem que elas amam ao próximo)

Chapéu: (sabedoria) – Com o Espírito Santo ficamos sabidinhos, muito inteligentes. Na hora da prova se estudarmos e só pedir o Espírito Santo que Ele age e tiramos 10 na prova. E na hora que o mau vem tentar nos enganar, querendo nos levar para o caminho do mau, com o chapéu da sabedoria do Espírito Santo na hora a gente vê que isso é mentira do inimigo e não nos afastamos do caminho de Deus. Somente com a sabedoria do Espírito podemos saber o que é o bem e o mau em nossa vida.

Espada: (coragem e fortaleza) – Com a espada do Espírito Santo não precisamos ter medo, pois ela nós dá coragem para lutar contra o mau. Ficamos fortes e firmes no caminho do bem e resistimos as tentações sem desanimar. Por isso que se a preguiça vem para fazer a gente desanimar de participar da missa é só usar a espada da coragem e a preguiça desaparece; e se vem a mentira querendo que a gente engane o nosso próximo com um único golpe dessa espada a gente destrói a mentira (falar situações de pecado que é comum no dia-a-dia das crianças ). Essa espada é poderosa!

Sandália: (paciência) Devemos calçar a sandália da paciência e andarmos nos caminhos do Senhor. A paciência também vem do Espírito Santo. E com essa sandália especial iremos tratando todos com paciência e amor. E de repente se vem a raiva e tivermos vontade de soltar um palavrão, esta sandália irá nos lembrar que de boca de cristão não sai palavrão... e quando o coleguinha quiser me chamar para briga a sandália da armadura do espírito Santo irá me lembrar que Jesus agiu com amor  e paciência mesmo com aqueles que queriam fazer mal para Ele.Com essa sandália eu caminho nos caminhos do Senhor.

Escudo ()- A fé é o escudo que nos protege contra as mentiras do inimigo. Acreditando em Deus eu não sou enganado. O escudo do Espírito Santo e a fé que nos protege contra o inimigo e nos faz anunciadores de Jesus com a nossa boca e nossas atitudes.
E quando a gente veste esta armadura do Espírito Santo a gente está pronto para lutar. E o troféu para  para quem luta com a armadura do Espírito Santo é a santidade: por isso dizemos que o Espírito Santo nos santifica.





Nenhum comentário:

Postar um comentário