Follow by Email

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Ofício do Pão


Oficio do Pão
1-Refrão meditativo: “O pão da vida, a comunhão nos une a Cristo e aos irmãos e nos ensina a abrir as mãos para partir repartir o pão.”
2- Abertura
        I.            Venham ó crianças/ ao Senhor cantar!/ Venham com alegria,/ a Deus festejar!
      II.            Jesus Cristo é/ o pão da alegria!/ Ele nos alimenta/ em nosso dia-a-dia
    III.            Glória ao Pai, ao Filho/ e ao Espírito Santo!/ Glória a Trindade Santa!/ Glória ao Deus bendito!
   IV.            Vem, ó Santo Espírito, vem iluminar!/ Nossa Celebração/vem abençoar!


3- Recordação da vida: Crianças entram trazendo os pães e compondo o ambiente, enquanto algumas pessoas fazem a recordação. Entre um e outro cantar novamente o refrão meditativo.
Pão de sal- Lembramos com este pão de sal, de todos os trabalhadores que lutam para sustentar suas famílias.
Pão doce: A mulher é doçura e encanto. Recordamos com este pão doce todas as mulheres de nossa comunidade, sinais de vida e doação.
Minipão- O minipão  nos faz lembrar das pessoas que vivem com um salário mínimo ou até mesmo sem salário, os desempregados.
Pão de milho- Com este pão de milho, lembramos os trabalhadores rurais que batalham de sol a sol, para que não falte pão de cada dia em nossas casas.
Pão duro- Recordamos o pão duro, sinal das pessoas que não sabem partilhar.
Prato sem pão: Recordamos também aqueles que têm prato, mas não tem pão . Aqueles que passam fome, frio, nem tem remédios nem casa para morar.
Pão azimo ou hóstia: Este pão é aquele escolhido por Jesus como sinal de sua presença no meio de nós. O pão torna-se missa o Corpo de Cristo, sinal e garantia de sua presença entre nós.

 4 – Salmo: “Hino de louvor ao Deus que nos liberta e nos dá o pão de cada dia” (Salmo 104/103)

Refrão: Louvado seja o meu Senhor! Louvado seja o meu Senhor!
·         Senhor meu Deus, como és tão grande! Eu canto teu louvor, com alegria. Água boa derramaste  pelos campos, e delas bebem os animais todos os dias.
·         E o homem tira dos campos o seu pão, seu coração e fica feliz com o bom vinho. O alimento Taz a força e a coragem. Obrigado! Tu nos tratas com carinho.
·         Todos esperam de ti o alimento, que generoso dás todos os dias, com fartura. Abre tua mão, e felizes ficaremos! Em ti Senhor, espera toda a sua criatura.
·         Por toda vida ao Senhor eu vou cantar, por toda a vida meu Deus , o meu louvor! Que o meu canto lhe seja sempre agradável, pois minha alegria se encontra no Senhor!
5- Aclamação ao Evangelho- Entram crianças com velas, trazendo a Bíblia.
Canto: A comunidade dança alegre e canta, acolhendo agora a Palavra Santa.
Texto Bíblico: Marcos 14,12-16.22-26
6- Reflexão:Reforçar o valor da Eucaristia, centro de nossa fé e alimento para nossa vida.
7- Catequese litúrgica: Aprofundar o sentido do pão como alimento do ser humano, fruto do trabalho, do suor e da luta de cada dia. Sinal de unidade e de comunhão entre as pessoas. Necessidade da partilha, pois muitos não têm pão e dignidade que merecem. Jesus escolheu o pão para permanecer entre nós e nos alimentar com seu amor. A hóstia feita de água e farinha, consagrada torna-se Corpo, sangue, alma e divindade de Cristo. Comungar o Pão Eucarístico é comungar o projeto de vida e de partilha instaurado por Jesus.
8- Oração da Assembléia: A Deus que nos ouve e atende com amor, apresentemos nossa oração confiante!
1.      Pai do céu fortalece tua Igreja para que seja sempre portadora da paz e da partilha entre os irmãos.
2.      Pai do céu ajuda-nos a vivenciar mais o amor a Eucaristia.
3.      Pai do céu, que nunca nos falte o alimento que dá força e coragem em nossa caminhada na Igreja.
4.      Pai do céu que todas as famílias tenham pão em suas mesas.
5.      Pai do céu, que sejamos solidários aos que não tem uma vida digna e busquemos a justiça para todos.
(Pedidos espontâneos)
Rezar o Pai-Nosso
9- Oração e partilha: Todos recebem um pedaço de pão. Com mãos erguidas, repetem a oração final e m seguida, comem o pão.
Senhor, Deus da vida, que nos sustentas com o alimento da terra e com o pão que vem do céu, permite que jamais nos falte o pão de cada dia e que saibamos repartir com aqueles que nada têm.


10- Conclusão- Que Deus que a todos alimentam com amor e carinho, esteja sempre conosco. Amém!
Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!Amém!













 
 (Após a celebração do Ofício do Pão foi feito um momento de partilha com os catequizandos)



(Este ofício foi retirado do livro: Catequese e Liturgia duas faces do mesmo mistério-autor: Pe. Vanildo Paiva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário